Não Somos Gangue!

Não somos uma gangue! Não somos um partido político! Somos um coletivo de Skinheads Antifascistas, composto por anarquistas e comunistas! Acreditamos na igualdade de todos os seres humanos, sem bandeiras, sem separatismo, sem preconceito ou qualquer barreira, seja ela de classe, cor de pele ou orientação sexual. Nossa principal atuação é no meio contracultural em que estamos, levando nossos princípios de esquerda e princípios libertários, atuamos através da propaganda antifascista, mas vamos além disso, procuramos atuar junto à classe trabalhadora, o verdadeiro pilar da sociedade, a luta do trabalhador, do pobre, do explorado, essa é a nossa luta. Defendemos a cultura Skinhead, cultura que nasce nos subúrbios ingleses, de uma juventude de imigrantes jamaicanos, negros, e da juventude inglesa trabalhadora das periferias, fabricas e portos. Cultura de união, diversão, futebol, cerveja, e luta, porém uma luta de cabeças, não de botas e facas. Dos que nos oprimem nada esperamos. Esperamos apenas de nossos irmãos de classe.



domingo, 23 de maio de 2010

Resenha: "Palestra 100 Anos Revolução Mexicana"

No último dia 15 a RASH SP, organizou o debate 100 Anos de Revolução Mexicana, um evento de extrema importância para o coletivo, pois marca mais uma atividade das varias que estão por vir, celebrando os oito anos de fundação da RASH SP, além é claro, da importância histórica da Revolução Mexicana, que foi a primeira revolução popular do século passado. E para nós, a palestra não teve apenas um caráter saudosista, uma busca de história para massagear nossos egos, mas sim, um caráter de análise e aprendizado, onde proporcionou a todos presentes, estudar o passado e com isso, tirar lições para o presente. Aprendermos com experiências passadas para construirmos uma alternativa a sociedade atual, ou seja, a luta pela emancipação, a luta revolucionária, o que a nosso ver, a Revolução Mexicana tem muito a contribuir nessa empreitada.

O evento contou com um número muito bom de participantes, com um debate de auto nível, onde tínhamos os professores doutores José Rodrigues Mao Junior e Everaldo de Oliveira Andrade, que fizeram um retrospecto da condição mexicana antes da revolução e seus desdobramentos, relatando todo o processo de como se deu a revolução e seus finalmentes, mostrando os pontos fortes e também seus erros. Destacando-se para a importância de Emiliano Zapata para a revolução ao sul do México e de Pancho Villa, ao norte mexicano. E em relação esse último, a idéia de beberrão e ladrão como demonstram os filmes estadunidenses, foi desmistificada.

O debate esclarecedor, alcançou atendeu até os participantes com maior conhecimento sobre o tema, agregando novas informações.

Este foi o primeiro evento organizado pelo coletivo RASH SP com esta característica - um debate político teórico - porém, certamente não será o único, inclusive com temas de casos atuais, como crises econômicas, acontecimentos no Haiti, etc. Não somos nada sem a história, com o passado tiramos lições para as lutas futuras, tanto as que já enfrentamos quanto as que estão por vir, por uma sociedade mais justa e igualitária.

Aproveitamos para agradecer aos participantes, especialmente aos que sempre que possível comparecem em nossas atividades. Também agradecemos à Maloka Elétrika, grande responsável pelo acontecimento do evento, com a sugestão de tema e contato com os palestrantes.

4 comentários:

Vidiball Oi! disse...

INfelizmente não pude ir!

Agora de ferias de trampo e faculdade as coisas melhoraram;;; Aguardando o proximo evento!

Vidigal RASH MG

Roberto disse...

100%! que venham os próximos!

+ - disse...

Camarada é o Gustavo - do PCB, nos encontramos no 1º de Maio - adicione o meu e-mail, tenho umas propostas de contribuições para agente.

e-mail

professorguto1917@hotmail.com

RASH SP disse...

Olá Gustavo,

Entraremos em contato!