Não Somos Gangue!

Não somos uma gangue! Não somos um partido político! Somos um coletivo de Skinheads Antifascistas, composto por anarquistas e comunistas! Acreditamos na igualdade de todos os seres humanos, sem bandeiras, sem separatismo, sem preconceito ou qualquer barreira, seja ela de classe, cor de pele ou orientação sexual. Nossa principal atuação é no meio contracultural em que estamos, levando nossos princípios de esquerda e princípios libertários, atuamos através da propaganda antifascista, mas vamos além disso, procuramos atuar junto à classe trabalhadora, o verdadeiro pilar da sociedade, a luta do trabalhador, do pobre, do explorado, essa é a nossa luta. Defendemos a cultura Skinhead, cultura que nasce nos subúrbios ingleses, de uma juventude de imigrantes jamaicanos, negros, e da juventude inglesa trabalhadora das periferias, fabricas e portos. Cultura de união, diversão, futebol, cerveja, e luta, porém uma luta de cabeças, não de botas e facas. Dos que nos oprimem nada esperamos. Esperamos apenas de nossos irmãos de classe.



sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Curso Livre de Anarquismo

AtivismoABC convida para o "Curso Livre de Anarquismo"

Venha conhecer mais e discutir sobre o Anarquismo. Os encontros terão como base uma leitura prévea, mas que, neste primeiro módulo, abordará alguns dos temas e ideias que concretizaram o anarquismo e que servirá de base para os próximos encontros sobre o anarquismo mais contemporâneo.

Bem, e como os encontros são temáticos, você pode vir nos temas que mais lhe interessar. Esperamos que todos sejam interessantes!!!!

Os encontros serão de 15 em 15 dias, na Casa da Lagartixa Preta às 19:30 h.

Os textos estarão disponíveis na própria Casa e também em nosso site, no encontro anterior.

Os temas dos encontros são:

07/10 - Anarquismo: Uma introdução

21/10 - Anarquismos: Proudhon, Bakunin, Malatesta e Kropotkin

04/11 - Anarquismo e Sindicalismo

18/11 - Revolução Russa e Revolução Espanhola

02/12 - Anarquismo no Brasil

16/12 - Anarquismo na América Latina

Para mais informações acessar: www.fotolog.com/ativismoabc e www.ativismoabc.org

Contato: ativismoabc@riseup.net

Casa da Lagartixa Preta Malagueña Salerosa
Rua Alcides de Queirós, 161 - Santo André
(Próximo a Eletropaulo, a Cut, a 12 min. da Estação Pref. Celso Daniel - Santo André)

AtivismoABC
[publicado originalmente no site do Ativismo ABC, estamos apenas divulgando o evento]

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Zona Antifascista - Antifa Graffiti


Intervenções Urbanas


N
o post anterior, falamos um pouco sobre a divulgação da propraganda antifascista através de intervenções urbanas: grafite, stencil, stickers, lambe-lambe, etc. Na verdade sobre a necessidade deste tipo de manifestação com caráter crítico, do ponto de vista antifascita.

Na cidade de São Paulo esse tipo de intervenção não é novidade, pelo contrário, as ruas estão cobertas de grafites e colagens, assim como as ruas de demais centros urbanos do mundo. Porém gostaríamos de incentivar esse tipo de intervenção dentro da militancia antifascista da cidade, abaixo disponibilizamos algumas telas para stencil, retiradas do site alemão antifa-nt, imprimam e grafitem tudo por aí:


Em breve iremos postar imagens do p´roprio coletivo RASH SP para stencil e para colagens (lambe-lambe), juntamente com a receita para fabricação da cola.

Segue abaixo algumas fotos desse tipo de intervenção urbana pelo mundo: Stencil Antifa 1, Stencil Antifa 2, Stickers Antifa 1, Stencil / Stickers Antifa 1, Stencil / Stickers Antifa 2, Stencil / Stickers 3, Stencil / Stickers 4, Stencil / Stickers 5, Stencil / Stickers 6 e Stencil / Stickers 7.

Manifestações Antifascistas - Faça Você Mesmo


P
ercebemos que nas GIG´s e nos eventos que frequentamos / realizamos, o número de pessoas que auto se intitulam antifascistas e que estão em nosso meio, têm aumentado. Pelo menos os que comentam conosco ou que vizualizamos, nos que tentam repassar essa mensagem através do uso de camisetas com estampas do tipo, distribuem zines e informativos, etc.

O nosso entendimento para tal afirmação é a de que esses indivíduos são contra toda e qualquer forma de preconceito, ou seja, contra o racismo, contra a homofobia e a xenofobia. São contra a exploração do homem pelo homem e também apóiam não somente a luta feminista e sim são contra qualquer forma de machismo.

Partindo desta idéia inicial, essas pessoas não “andam” em cima do muro, não mantém relação com grupos ou pessoas que são a favor de ideais fascistas.

Como já dito anteriormente (boletim passado - nº 4 – jul/ago de 2010), o papel do coletivo RASH SP é fazer a articulação dos grupos e indivíduos que são contra o fascismo, presentes não somente na cena urderground, mas também os simpatizantes com o nosso coletivo. Fortalecer a identidade e consciência desses interessados e tratar que se assumam como antifascistas.
Sendo assim, estamos aqui fazendo um chamado à todas essas pessoas para que organizem intervenções, com intuito de divulgar a propaganda antifascistas, através de intervenções não violentas.

Organizar essas intervenções, tornando públicas situações de injustiça, repressão, preconceito e exploração. Agir diretamente em protesto, reivindicação, pressão, etc.

A criatividade, originalidade e o humor são elementos fundamentais e que devem ser utilizados na criação destas mensagens, tornando essa forma de ativismo político mais divertido e comprometido.

As manifestações podem ser organizadas e difundidas através de colagens de cartazes, grafites, stickers, stencil, manifestações artísticas em geral, todas com contextos antifascistas.

Na Europa, EUA e alguns países da América do Sul, essa é uma prática bem usada como forma de ativismo e propaganda antifascista, vamos tornar essa prática mais usual. Organize-se e lute!